26 de set de 2007

A LINGUAGEM INTEGRA E APROXIMA OS HOMENS

*
A linguagem é de fundamental importância para constituição da cultura, tornando os outros sistemas apenas acessórios. A mesma exige lógica e bom encadeamento das idéias para torná-lo eficiente e atingir seu objetivo.


A linguagem é composta por duas formas que possibilitam sua exposição: oral e escrita. A primeira o sistema mais complexo, pois a gama de características que o compõe implica na obrigação do bom emprego das mesmas como enfatizar em um discurso, as palavras certas, buscando boa expressividade; observar a entonação, que é exigida pelo significado e tonalidade que são próprias de cada palavra, sem negligenciar seu contexto; a má pronuncia, que muitas vezes não é um erro proveniente da falta de inteligência ou nível intelectual mas que, saber sua causa favorece a procura de aperfeiçoamento seja por meio de um especialista, terapeuta ou de exercícios práticos como ler em voz alta, enriquecimento do vocabulário etc. ; a confiança que se apresenta como instrumento para um discurso mais claro e portanto evitando embaraços capazes de dificultar o entendimento e o rítimo, propriamente dito com que se fala, o que revela muitas vezes nervosismo, entusiasmo exagerado etc .; deve-se ter em mente objetivo de não falar muito rápido ou muito devagar, mas sim, a medida certa em vista da apreciação por que escuta, do que se está falando.

A outra forma é a escrita a qual o seu bem fazer pressupõe dedicação para adquirir a técnica elaborada. A prática de bem redigir, ou melhor, da boa redação, pede de antemão o exercício de leitura e de escrita bem como a observação de algumas orientações as quais cita-se: conhecer a língua em que se escreve, pois sem estes conhecimentos, dificilmente o texto será entendido; a escrita com naturalidade deve ser buscada, evitando-se o rebuscamento; ter a clareza do público para quem vai escrever, o objetivo é a transmissão de uma informação a qual deve ser constituída de idéias muito bem organizadas anteriormente, para que se escreva com fidelidade ao real, ao fato, ou utilizando-se da imaginação quando for necessário; escrever com concisão, sem comprometer o entendimento com excesso de informação, mas com objetividade, preciso, não esquecendo o fundamental para boa compreensão, não esquecendo a gráfica, pois o texto escrito de forma clara, busca atingir seu objetivo, a sua compreensão.

Desta forma, a linguagem atua como uma atmosfera sempre dinâmica que envolve os membros de uma comunidade interligando-os de forma tal que as mensagens-texto funcionam como uma complexa rede de afinidades em menor, médio e/ou maior nível. Percebe-se quão importante é a linguagem, seja ela escrita ou oral, pois revela – se como instrumento fundamental para aproximação e entendimento entre os homens e deste com o mundo.

(Autor: José Cardoso Simões Neto)
*Imagem retirada de : www.colfenix.com.br/.../barrinhas.jpg